Aqui compartilhamos conhecimentos e produzimos a nossa cultura.

Se você tem algo de bom a dizer clique em comentários e diga.



Comentários bons são sempre bem vindos.



Follow by Email

terça-feira, 1 de março de 2011

1 Apostila de exercícios - SEGUNDO ANO

EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO / GEOPOLÍTICA DO PÓS GUERRA /2011
1. (Unicamp-SP) A queda do Muro de Berlim, ocorrida no dia 09 de novembro de 1989, pode ser considerada como um marco que separa duas épocas: a época de vigência da Ordem da Guerra Fria e a época da assim chamada Nova Ordem Mundial.
a) Explique o que foi a Ordem da Guerra Fria.
b) Como a chamada Nova Ordem Mundial se diferencia da Ordem da Guerra Fria?
2. (UnB-DF) A humanidade sempre viveu sob o signo do medo. O homem primitivo todo um universo desconhecido e misterioso que temer. O homem moderno encontrou explicações científicas para muito do que parecia sobrenatural, estabeleceu uma convivência com as forças desapoderadas da natureza, porém não só explicou ou resolveu tudo, como, ele próprio, se encarregou de criar novas fontes de pavor.
Estivemos à beira do holocausto atômico. A Guerra Fria terminou, o que não impede a permanência de uma dúzia de potências nucleares com os seus arsenais, para qualquer emergência. Deixou de haver uma URSS sempre pronta a apertar o botão nuclear, mas o destino da Rússia liberalizada vive hoje sob as incertezas da precária saúde de Boris Yeltsin. E ainda nos sobram os Estados terroristas, agindo na sombra, sem nenhum compromisso com uma ordem mundial pacificada. E o que dizer dos desastres atômicos, como Chernobyl?
(Augusto Marzagão, (O degelo da Antártica”. In Folha de S. Paulo, 26/2/97, 1º Caderno, p. 3. – com adaptações).
O texto anterior remete a questões pertinentes ao mundo de hoje. Analisando algumas das transformações ocorridas nos últimos tempos, julgue os itens que se seguem.
(1) A chamada Guerra Fria constitui um período histórico em que vários países, potências econômicas mundiais, dividiam o poder internacional.
(2) A expressão “Rússia liberalizada” refere-se ao enfraquecimento do Estado totalitário, a partir da implementação de reformas políticas e econômicas na União Soviética, as quais significaram o enfraquecimento do partido comunista.
(3) Tendo recebido maciços investimentos para a pesquisa durante o período da Guerra Fria, a energia nuclear enfrenta, hoje, fortes resistências quanto ao uso, face a problemas como militarismos, atividades terroristas, lixo atômico e riscos de acidentes.
3. (PUCC-SP) Logo após a Segunda Guerra Mundial instala-se a chamada Guerra Fria, também conhecida como EQUILÍBRIO DO TERROR, quando se verificou a equivalência de forças altamente destruidoras baseada no equilíbrio nuclear com consequências para o mundo, dentre as quais destaca-se:
a) a divisão da Europa em duas esferas de influências políticas e dois sistemas político-econômicos: a Europa Oriental-socialista, aliada da União Soviética, e a Europa Ocidental-capitalista, aliada dos Estados Unidos.
b) a França, que domina os países capitalistas ocidentais envolvidos na Segunda Guerra, e a Rússia, que domina os países da Europa Oriental.
c) um período de relativa paz, à exceção de algumas guerras civis muito localizadas, se interferência das superpotências.
d) a diminuição drástica da corrida armamentista e uma ajuda dos Estados Unidos para a reconstituição dos países europeus, que sofreram grandes destruições durante o conflito mundial.
e) o Reino Unido capitalista que reforça a sua posição como grande potência sobre os demais países da Europa, por seu grande poder bélico.
4. (UFRN) Sobre o surgimento das novas fronteiras européias, é correto afirmar que:
a) a diversidade de etnias existentes no interior das fronteiras nacionais da Europa Oriental pode ser considerada como um foco de movimentos autonomistas que, em alguns casos, questionam a própria sobrevivência dos estados-nação.
b) a partir do início dos anos 90, a geografia política do Leste Europeu sofreu profundas transformações, como, por exemplo, a fragmentação territorial da Polônia, da Tchecoslováquia e da Hungria.
c) as sucessivas declarações de independência da Bósnia-Herzegovina, Ucrânia, Macedônia e Romênia, entre 1991 e 1992, levaram à fragmentação do estado iugoslavo e à formação de zona de instabilidade na região balcânica.
d) ao fortalecer o poder do partido soviético e dos movimentos autonomistas, a Perestroika e a Glasnost contribuíram também para a fragmentação da Rússia, redefinindo suas fronteiras.
5. Texto 1: Tratado do Atlântico Norte – 1949
Artigo 5. As partes concordam que um ataque armado contra uma ou várias dentre elas, sobrevindo na Europa ou na América do Norte, será considerado como um ataque dirigido contra todas a Partes [...].
Texto 2: Tratado de Varsóvia – 1955
Artigo 4. No caso de agressão armada na Europa contra um ou vários dos Estados signatários do Tratado, por parte de um Estado qualquer ou por parte de um grupo de Estados, cada Estado signatário do Tratado [...] concederá ao Estado ou vítimas de tal agressão uma assistência imediata...
Sobre os textos:
- aponte os países que integravam as referidas organização durante o período da guerra fria.
- determine o destino dessas organizações após o fim da guerra fria.
- compare os dois textos e comente as semelhanças existentes entre eles.
6. (UFV-MG) Em maio de 2004, a União Européia incluiu dez novos países, sendo que a maioria pertencia ao antigo bloco socialista. Tal medida sepultou de vez a “Cortina de Ferro” e a guerra fria. Entretanto, segundo os críticos, esta mudança não deve ser motivo de comemoração em virtude dos problemas que elas podem trazer.
Qual das alternativas abaixo NÃO pode ser considerada um problema para a nova União Européia?
a) Os países do Leste europeu podem se tornar pólos de atração para migrantes vindos de regiões mais pobres da Europa.
b) Os hábitos de consumo deixados pela economia planificada podem dificultar a integração dos novos membros.
c) A entrada de países do Leste europeu na União pode ampliar as disparidades regionais.
d) A existência de medidas restritivas à entrada de trabalhadores dos novos países pode transformá-los em cidadãos de segunda categoria.
e) A inclusão os novos países membros cria o maior mercado do mundo e põe fim à chamada “Cortina de Ferro”.

7. (Uepa-Prise Subprograma IV) “A crise do poder comunista acarretou o fim da unidade da União Soviética. No início da década de 1990, diversas repúblicas declararam independência, despedaçando o território. De um acordo entre algumas dessas repúblicas surge a CEI (Comunidade dos Estados independentes), que não é um país nem um Estado. O fim da União Soviética gerou intensos conflitos e fragmentações políticas na Eurásia, dando origem a novos países.”
Com base no texto acima e nos seus conhecimentos sobre a formação da CEI, explique:
a) Em que consiste essa organização;
b) Uma das causas da presença de conflitos entre as antigas repúblicas soviéticas, a exemplo do que ocorre na Chechênia.

8. Pesquise e explique os seguintes termos: Economia Planificada, Planos quinquenais, Lei do pleno Emprego, Bem estar social, Socialismo Utópico, Socialismo Científico e Socialismo Real.

Nenhum comentário: